terça-feira, 9 de agosto de 2011

ALTAR CIGANO



O primeiro passo é escolher um lugar bacana em sua casa, pode ser qualquer lugar exceto o banheiro. Eu sugiro um lugar bem visível, pois cigano gosta de aparecer mesmo… use sua intuição.

Escolhido o local comece a montagem do altar. Forre com uma toalha da cor de sua preferência, pode ser de qualquer cor menos preta.


O altar serve como elo de ligação e comunicação entre o Cigano e seu médium.
Desde o momento em que existe a intenção de se oferecer um altar a um Cigano, ali se cria um elo espiritual onde quer que esteja o Cigano que é cultuado ali, sempre irá ouvir o chamado feito pelo médium diante do altar.

O mais importante em um altar para os Ciganos são os 4 elementos. Para representá-los, usamos um castiçal com uma (ou mais) velas, representando o fogo, mesmo que a vela esteja apagada.

As cores podem ser qualquer uma, exceto preto e marrom.
Essas cores só são usadas em certos tipos de rituais.
Não podemos esquecer que temos que ter a imagem de Santa Sara Kalli e de Nossa Senhora Aparecida,assim como a imagem de nossos ciganos espirituais.

Deveremos ter uma taça bonita com água.
A água é simbolismo do sentimento, por isso deve ser sempre a mais pura e limpa possível (água mineral sem gás).


Essa água na taça atua como um catalisador de más energias, e quando estiver turva, deve ser jogada em água corrente e trocada, sempre por água filtrada ou mineral.
Um incensário, onde um incenso deve ser aceso pelo menos uma vez por semana –
representa o ar, mesmo sem incenso.
Incenso Floral para Ciganas (rosa,rosas vermelhas, violeta, lírio, dama da noite, jasmim,magia cigana, santa sara kali, etc.)
e Incenso Herbal para Ciganos (Sândalo, canela, cravo, eucalipto, mirra, alecrim, benjoim, etc.).
Cristais, de vários tipos, cores, formas e tamanhos; caso não seja possível ter muitos, coloque alguns escolhidos por intuição.

O ideal é ter pelo menos uma pedra em estado bruto/ponta. As pedras podem ficar também num pote de vidro transparente (ou de cristal) sem tampa com água, pois a mesma potencializa a capacidade energética dos Cristais.
Os cristais fecham o ciclo, representando a terra.
Corpo - terra, Coração (emoção) - água, Mente - ar e Espírito - fogo.


Além desses elementos, que são básicos, qualquer outra coisa que seja sentida por intuição, pode ser colocada: baralho, leque, adornos, lenços, baú, etc. As únicas exceções é o Punhal este só deve ser colocada um punhal já trabalhado, ou seja, que tenha passado pela magia de um Cigano, que pode ser o seu incorporado, ou o de outra pessoa (alguém que fez o trabalho no punhal para você – nesse caso, recomendo muitíssimo cuidado antes de aceitar).

Para o fortalecimento dos Ciganos (as), é muito bom colocar uma fruta no altar, pelo menos 1 vez por semana, na 2ª noite da lua cheia ou crescente Só não coloque frutas ácidas. Ciganos não gostam de sabores ácidos, pelo menos a maioria não, e se você não tiver a certeza, melhor não arriscar!

As frutas devem ficar até um pouco antes de apodrecer, e devem ser despachadas num jardim bonito.

Pode ser oferecida também uma taça com vinho, além da que tem água, pois o vinho é a bebida Universal dos Ciganos.
Após uma semana, ou quando a lua virar, despejar o vinho em água corrente.

Flores também são bem vindas no altar, sendo que se for um altar para Cigano, as flores devem ser cravo branco ou vermelho, girassol, lírio branco ou Rosa branca (rosas em números ímpares).

Essa regra vale apenas para caso de não se conhecer as preferências de cada Cigano.
As flores murchas ou secas devem ser colocadas em um jardim, onde não haja espinhos.
Não limpe seu altar na fase da lua minguante, pois isto atrapalharia suas boas vibrações como saúde e prosperidade.

Ouro é perigoso também. O ouro é energeticamente refletor, e se o
Espírito para o qual o altar é dedicado não entender que o Ouro
é para ele, não vai conseguir se aproximar.

Aproxime-se do seu altar faça uma oração, mentalize a força que te acompanha.





UM RITUAL PARA CONSAGRAÇÃO DO BARALHO CIGANO

(Deve ser feito na lua cheia)

Escolha um local em sua casa onde não passe muita gente, pegue uma
mesa cubra com uma toalha branca e ponha um pano dourado ou amarelo,
pode ser com bordados floridos. Enfeite com pedras para representar o
elemento terra, um copo de água para o elemento água, incenso para o elemento ar e uma vela para o elemento fogo.

Pegue seu Baralho Cigano e coloque no centro da mesa. Invoque, com
oração Cigana para consagração de seu Baralho.
Peça que ele traga confiança, paz e bons conselhos para
seus consulentes. Deixe o ambiente sempre limpo com rosas, frutas e
moedas, não deixe cai a vibração.
Não deixe de estudar seu Baralho, a maneira que dispõe as cartas
sobre a mesa fica a critério de cada uma, pois existem muitos formas
de leitura, procure a que mais lhe convém.






ESTABELECENDO UM RELACIONAMENTO COM AS CARTAS

A pessoa que desejar aprender a trabalhar com o potencial criativo das cartas precisará cultivar uma atitude de respeito com relação à dimensão arquetípica da vida que elas representam, e isto se traduz na vida cotidiana com o respeito pelo mundo simbólico, do qual as cartas são representantes.

O leitor deve tentar então estabelecer uma espécie de “relacionamento” com as cartas, no qual elas representam um papel especial e não apenas um maço de cartas para ser manuseado displicentemente.

Por esse motivo, muitos leitores profissionais mantêm suas cartas envoltas num tecido geralmente de seda e guardadas num lugar especial quando não as estão usando. Tradicionalmente, as cartas de Tarô eram guardadas num pedaço de seda preta, por ser o preto uma cor neutra, afastando quaisquer vibrações externas – tanto negativas quanto positivas. Verdade ou não, sabemos da importância de qualquer tipo de ritual quanto ao uso das cartas, pois, em termos psicológicos, o ritual sintoniza a mente e libera a intuição para a interpretação do jogo.



Tal como num rito religioso, o ritual de manter as cartas num determinado lugar e de envolvê-las num pedaço de tecido especialmente destinado para este fim contribui significadamente para a concentração do leitor .

Essa atitude simboliza o respeito pelo valor singular das cartas e pela importância de suas imagens.






POEMA DO TARÔ

Tudo anuncia uma causa de inteligência ativa

Afirma o número que é a unidade viva

Porque nada limita o que tudo contém.

Antes ainda do princípio solitário

está presente em toda parte.

É o mestre único, o único adorável

Que revela aos limpos de coração o dogma puro

Simples e verídico e nomeia o único chefe que fará

Cumprir a sua obra.

Pois não temos outro altar

Nem há outra lei além desta para todos os homens

Não mudará o Eterno seu pedestal jamais

Ele regula seus dias e a mudança dos tempos e os

tempos e o dia que nos toca.

Rico em misericórdia potente no castigo

Um rei ao seu povo dará no porvir

A tumba é a passagem para a terra nova

Só a morte a vida é imortal

Este é o anjo bom que acalma e concilia

O mau é este espírito de cólera e de orgulho

Mas Ele comanda o raio e faz brotar o fogo

A estrela matutina e a água obedecem a ele

Como um mudo vigia, anda em nossos caminhos

A lua que Ele coloca

E o seu sol é a fonte onde tudo renasce

O sopro da sua boca germina entre as tumbas

0 ou 21 onde habita o rebanho calado dos mortos

21 ou 22 coroou o céu com o propiciatório

Mas alto que os anjos se vê planar a sua glória.



Os Sete Mandamentos da Cartomante

1 – Fazer das cartas não somente um oráculo, mas um meio de ajudar o próximo.
2 – Manter a Fé e a Esperança no coração de seu consulente.
3 – Respeitar todas as crenças e religiões, porque todos os caminhos levam a Deus.
4 – Não fazer de suas Cartas instrumento de brincadeira, muito menos emprestá-las a alguém.
5 – Não se importar quanto tempo levará a consulta; importar-se, sim, em deixar o consulente sair com a alma e a esperança resgatada.
6 – Mostrar ao consulente os caminhos indicados pelas Cartas, mas deixar que ele faça a sua própria escolha. Tendo cautela com as palavras, para não ter a responsabilidade de desfazer casamentos, amizades e sociedades.
7 – Ter a humildade de agradecer aos dons Divinos, conscientes de que somos apenas um instrumento. Sejamos então um instrumento de paz.

















































2 comentários:

  1. adorei seu saite me tirou varias duvidas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. FICO MUITO FELIZ POR TER AJUDADO! UM ABRAÇO

      Excluir